Wednesday, February 9, 2011

A sua loucura

"Olhavam-na de soslaio. Sentia o olhar deles em cada centímetro do seu corpo, os pêlos da nuca eriçavam-se à sua passagem por eles. Sorriam-lhe, aquele sorriso amarelo típico de quem estava a falar mal e é apanhado no acto. Havia os que a condenavam à loucura de forma muda, sem pronunciar as palavras que lhes corriam pela mente. Depois havia os descarados que perguntavam directamente onde ela estava com a cabeça para agora naquela idade lembrar-se disso. 
Ela apenas sorria, não devia satisfações a ninguém. No entanto não deixava de achar sedutor aquela dose de loucura que a possuía e a fizera dar um passo em frente. Farta do marasmo da sua vida, arregaçou as mangas e deu um pontapé no sofá que teimava em mantê-la prisioneira. Sentia-se livre, tão livre quanto um passarinho quando lhe deixam a porta da gaiola aberta: só lhe apetecia voar. Mas esta sua loucura andava na boca dos que não tinham coragem de mudar, dos que dia-a-dia se afogavam em dores de cotovelo por quem resolve contrariar o que a sociedade pré-estabelece. 
Ela rebelde, cedera à loucura contrariando relógios biológicos, cansada de esperar por alguém que não chegava. Quem estaria mais errado? Quem seria mais louco? Ela que escancarara a porta em busca de algo que a completasse ou quem segue religiosamente o que a sociedade estabelece, não cabendo lugar à tolerância por quem escolhe ser diferente? Sim era louca, mas uma loucura doce, sedutora, e sentia-se grande por ter tido coragem de mudar."

Autoria: Lcarmo (Bela)
Desafio Fábrica de Letras
Tema: Loucura

12 comments:

Tulipa Negra said...

Consideramos sempre loucos aqueles que têm coragem de ser diferentes. É pena. Gostei muito.
Beijinhos

Brown Eyes said...

Como disse a Tulipa todos os que são diferentes e têm a coragem de o ser são, nesta sociedade, loucos. Eu venero essa gente dita louca, para mim os vencedores são esses. Beijinhos

Lou Alma said...

olá, obrigado pela visita.

Loucos são os que se mantém presos à infelicidade, não querendo despir o casaco pesado das convenções.

Beijinhos, volta sempre, vou seguir

Johnny said...

É a tal loucura boa... que não é bem loucura, mas que é loucura :)

Mz said...

Quando escolhemos o inesperado aos olhos dos outros, poderá ser uma loucura, sim senhora!
E quando as loucuras são boas loucuras, que se "lixe" o convencional :)

beijinhos

B said...

Há loucuras sãs e libertadoras, que fazem a diferença e que são rotuladas de excentricidade ou rebeldia... Mas só por quem não é capaz de se libertar da mesma forma...

PauloSilva said...

Ser louco é ser capaz de ver a felicidade com verdadeiros olhos :)

Carlos Barbosa de Oliveira said...

Mal de quem não tenha um pouco de loucura ( dizem que os corajosos são todos loucos...) para quebrar as amarras.

Ana Cristina Cattete Quevedo said...

Loucos são os que seguem a vida sem quebrar a rotina, tododiamesmacoisatododiamesmacoisa

Liberte-mo-nos!

Beijo

Bela participação!

B* said...

Gostei do que li.
Vivemos para a Loucura do dia a dia.

BS of Life said...

" Ela que escancarara a porta em busca de algo que a completasse ou quem segue religiosamente o que a sociedade estabelece, não cabendo lugar à tolerância por quem escolhe ser diferente? Sim era louca"

ADOREI

Me,myself & I! said...

Adorei!!