Tuesday, January 5, 2010

Quando era menina...


"Quando era menina imaginava que quando crescesse me ia tornar uma bela mulher. Olhava para as minhas bonecas, as minhas barbies, lindas, perfeitas. Imaginava que no futuro como que por algum passo de mágica ou assim eu também pudesse ter uma beleza igualmente perfeita. Deliciava me com as suas curvas perfeitas, o seu sorriso que mostrava sempre uns dentes perfeitos, os cabelos lindos, compridos e lisos. Para mim aquelas bonecas eram a personalização da beleza a que eu aspirava. Conforme fui crescendo, fui vendo as coisas com outros olhos. Primeiro fisicamente nunca aproximei nem de perto nem de longe da beleza que almejava. Fui ficando mais atenta ao que se passava ao meu redor, fui constatando que afinal de contas nem sempre beleza era significado de felicidade. Olhava as meninas que eu achava sempre mais bonitas que eu, olhava para o seu interior e ficava triste. Era esse o preço de ser bonita? Ser-se frio, mau, invejoso? Comecei a entender que a verdadeira beleza está nos gestos mais pequenos que temos. Naquele abraço que damos, naquele beijo inesperado, naquele sorriso rasgado que nos recebe. A beleza está em todos os momentos que somos iguais a nós próprios, que somos fieis aos princípios pelos quais nos regemos e não pela mera aparência física. Não sou bonita. Quer dizer sou, sou do ponto de vista que sou bonita por dentro. Sou capaz de mostrar sentimentos, cativar sorrisos, preservar amizades. Sei que a minha presença na vida de algumas pessoas que me são próximas é importante. E só de saber isso sinto me a pessoa mais bela do mundo. Não consegui a beleza que desejava quando criança, aliás tornei me mesmo o oposto daquela ideologia. Mas se me sinto desiludida, perguntam vocês? Não. A beleza ás vezes tem um preço demasiado alto. Olhando para algumas pessoas que conheço que são fisicamente belas, noto que no fundo não conquistaram a felicidade que queriam. A beleza realmente é o que cativa á primeira vista, mas se não tiver algo por trás dessa beleza, tudo o resto cai por terra. Não se é bonito para sempre. Mas a beleza que vem de dentro essa sim é nossa, essa ninguém nos rouba. Pode por vezes ficar ofuscada, quiçá até meia escondida, mas permanece sempre. Bela"

Minha contribuição para o desafio deste mês da Fábrica de Letras
Foto retirada do site: corbis.com

16 comments:

El Matador said...

Muito bom.

Ana said...

és bonita por fora porque és bonita por dentro...

adorei o texto. beijinhos.

Abelha Charlatona said...

Que lindo texto!!

Eu tambem idolatrava as barbies, mas crescemos e vemos que as 'barbies' da sociedade metem nojo!

Nao tem nada, sao vazias, e hoje em dia eu dou mais importancia a quem me faz sentir bem, bonita, nao para os outros , mas para mim!

Porque somos bonitos sempre á nossa maneira, nao importa o corpo em que habitamos se a cabeça esta vazia, right?

Vou te seguir. Optimo Blog :)
E parabens pelo texto!

gi said...

Oh miúda, tu és linda de todas as maneiras! ;) beijocas

Brown Eyes said...

Bela engraçado que eu nunca desejei nada em relação a beleza, nem nunca invejei ninguém. Ouço as minhas amigas dizerem que gostavam de ser assim e assado e eu sempre gostei de ser como sou. O que significa que eu nunca, nem de pequena, dei importância à beleza exterior. Não me lembra de olhar para ninguém pelo aspecto físico. Estou satisfeita e sempre estive com o meu aspecto exterior. Nunca imitei ninguém, nem segui modas. Sou eu e gosto de o ser. Quanto a ti, pelo que já vi de ti, és bonita exterior e interiormente. A beleza é subjectiva, eu por exemplo penso que altura nem sempre favorece. Tenho 1,62 e estou feliz. Os padrões mudam. Há uns anos gordura era formusura, depois passou a ser a magreza e agora já se está a mudar outra vez. Imagina alguém andar ao sabor da moda? Cada uma de nós é um mundo e todos os mundos podem ser bonitos desde que tenham as ideias no lugar, se conheçam o suficiente para se vestirem de acordo com o seu corpo. Seguir modas pode inclusivé esconder o que não deve ser escondido e evidenciar o que não deve estar em evidencia. Conhecermo-nos e amrmo-nos é essencial para sermos felizes e que o que interessa é isso:sermos felizes.
Beijinhos

Libelinha said...

Tu és linda por dentro e por fora!... Mas a beleza essencial é a interior!...
Já dei por mim a olhar para pessoas estécticamente feias e achar que elas são mais belas que as estecticamente bonitas, porquê?... Porque têm um coração tão grande que as fazem brilhar!...

Beijinhos ;P

Catsone said...

Os ideais de beleza são "plantados" desde a infância e quando chegamos a adultos nem sempre o que vemos ao espelho foi o que foi planeado.
Infelizmente não existem espelhos para a beleza interior...

Chica said...

A beleza pode por vezes nem ser vista, mas percebida...Lindo texto e participação!beijos,chica

Lala said...

Olha, pois eu quando era "pita" achava que todos eram mais bonitos {seja lá o que isso for} que eu. Pois hoje olho para trás e ao meu redor e não conheço ninguém que o seja mais do que eu!! Sim sou linda. Sim sou maravilhosa. Afinal, "se eu gostar de mim, quem não gostará??"
Isto não é um "ah eu sou a maior!", não! É um "aceito-me como sou, e gosto de mim assim". Na verdade, se eu não gostar daquilo que sou, então estarei sempre a derrotar-me e as pessoas afastar-se-iam de mim... Nem sempre pensei assim, mas agora que penso... adoro!
Parabéns pelo post!

1 beijinho*

ps: nunca gostei de barbies!

MZ said...

Ninguém é perfeito, mas curiosamente todos temos algo que pode cativar.
Basta um sorriso... um gesto... uma atitude!

A beleza está no olhar e no sentir de cada um.

mjoaob said...

Belo texto. :)

Poetic GIRL said...

Obrigada a todos :) foi um texto muito meu, muito verdadeiro... beijinhos

Pedrasnuas said...

É MUITO NATURAL QUANDO SE É CRIANÇA QUERER SER COMO OS ÍDOLOS QUE APARENTEMENTE LEVAM UMA VIDA MARAVILHOSA...DEPOIS À MEDIDA QUE CRESCEMOS VAMOS PERCEBENDO QUE ESSA GENTE FAMOSA,RICA E BONITA AFINAL SOBREVIVE À CUSTA DA BEBIDA,DE DROGAS E OUTROS VÍCIOS ...E DEIXAM DE SER BELOS AOS NOSSOS OLHOS...É MUITO BOM ACORDAR E SENTIR-SE EM PAZ CONNOSCO E COM O MUNDO E A CONSCIÊNCIA TRANQUILA.
GOSTEI MUITO DE TE LER.

Poetic GIRL said...

Pedras nuas, é muito bom quando tomamos consciência de que no fundo o que interessa é o que temos cá dentro, que é por isso que as pessoas se vão recordar de nós e não pelo aspecto físico! bjs Bem-vinda

Olga said...

Parabéns o texto está lindo, escrito com amor e sinceridade. Penso que a beleza depende do conceito de cada um, e o que realmente importa é sermos felizes e belos aos olhos de quem nos ama e de quem amamos.

Poetic GIRL said...

Olga: A beleza está sempre dentro de nós! bjs