Thursday, March 4, 2010

A dança do Silêncio


"Ele segurou-a ternamente no seus braços. Ao som da música começaram a mexer-se, seus corpos encaixando na perfeição. A cabeça dela repousou serenamente em seu ombro. A respiração dele incidia sobre o pescoço dela, causando-lhe arrepios. Os movimentos eram suaves, sensuais. A firmeza dos braços dele, faziam-na sentir-se amparada, querida. A mão dela pousava discreta por cima do seu ombro, seus dedos inconscientemente acariciaram o cabelo dele. A graciosidade reflectida nos movimentos era latente, a química essa era mais que óbvia. Existia ali uma sintonia, um desejo escondido. A junção dos dois corpos, como se fosse apenas um, a coerência como deslizavam pela pista por demais evidente. Não precisavam de palavras. Estavam em silêncio. Apenas seus corpos comunicavam, o olhar e o toque. Aquele momento para eles era eterno, não havia música, não havia gente ao lado, não havia barulhos. Apenas o silêncio das palavras não ditas, os corações em sintonia. Apenas ele e ela."

Autoria: Lcarmo (Bela)
Desafio Fábrica de Letras: SILÊNCIO

10 comments:

johnny said...

É bom dançar quando não há música.

Poetic GIRL said...

Johnny: É bom apenas sentir a presença de alguém e ouvirmos os corações bater... bjs

Gingerbread Girl said...

O inicio das paixões... ;)


*

Pedrasnuas said...

NÃO É NECESSÁRIO MAIS NADA...APENAS A LINGUAGEM DOS GESTOS ...QUADRO ROMÂNTICO...

BEIJINHOS

Lala said...

hum... que sabe tão bem... mesmo quando não há música, como diz o Johnny... ou na pior das situações, até mesmo quando os corpos nem estão sintonizados com a música, mas o estão entre si!

Beijinho**

Helga said...

Creio que este silêncio, este bater de corações uníssono, é a mais bela melodia de todas. É esse o poder da dança, quando a sentimos primeiro com a alma e só depois com o corpo.

Gostei muito. Beijinhos :)

Poetic GIRL said...

Ginger: sim o inicio das paixões... bjs

Pedrasnuas: Ás vezes só precisamos disso de sentir o contacto fisico perto de nós... bjs

Lala: ás vezes não precisamos de musica para dançarmos...basta sentirmo-nos em sintonia com o corpo qe está ao nosso lado... bjs

Helga: Sim há que sentir primeiro com a alma, depois com o corpo... beijinhos

Olga said...

E assim nasceu um amor que durou a vida toda. Gostei muito, repleto de sentimento e muito bem escrito. Gostei também da imagem que acompanha a tua publicação. Parabéns.

Poetic GIRL said...

Olga: Bem vinda! Obrigada! beijinhos

Brown Eyes said...

O silêncio do amor é um dos mais belos silêncios aqui tão bem retratado. Esse coraçãozinho conhece bem esse sentimento. Beijinhos