Friday, February 12, 2010

A solidão


"Olá sou a solidão. Não se assustem que hoje estou de folga. Tenho tido bastante que fazer sabem? isto de andar a completar o que o amor e amizade deixam por fazer sinceramente deixa-me muito cansada. É que vocês não sabem mas esses dois gostam muito de desleixar as tarefas que têm que fazer. Eu bem tento chamá-los á razão, tento convencê-los de que se eles não fizerem o trabalho deles, tenho que ser eu a avançar. E toda a gente sabe que eu só apareço quando alguém não fez o que devia ter feito. O amor não sei o que se passa com ele, já o repreendi , anda sem brilho, desmotivado. Esconde-se, por vezes andamos dias e dias á procura dele. Cá para mim ainda vai ser penalizado em faltas, pois não consegue justificar porque simplesmente não aparece para trabalhar. A amizade estes dias confessou -me que não se sente confiante para continuar o seu trabalho, está desmotivada. Tenho que ver se falo com as entidades superiores para ver conseguem animá-la. É que as pessoas até conseguem viver sem amor durante um período de tempo, mas sem amizade não. Nestes últimos dias de trabalho tenho caminhado por essa vida fora, tenho visto tantas pessoas cabisbaixas, tristes, claro que eu não resisto e aproximo-me delas. Se não for eu a aparecer que seria das pessoas? É que vocês podem não saber, mas eu vou-vos contar um pequeno segredo sobre mim. O amor e a amizade só se conquistam depois de eu estar calmamente instalada. Costumam dizer -me que são mais fortes que eu, pois mal aparecem as pessoas tratam logo de me despachar. Eu deixo-as pensar isso, mas a verdade é que se não fosse por mim eles nunca mais faziam o trabalho deles. E as pessoas teriam que viver comigo para sempre. É difícil ser-se como eu. Eu sei que as pessoas nunca me vão preferir a um deles, como posso eu competir com sensações que deixam as pessoas felizes? Não posso. Nem queria. Limito - me a fazer o meu trabalho, ou seja, sempre que os outros dois não fazem o seu. Ultimamente realmente tenho tido muito que fazer, mas isto são fases. Logo logo aqueles dois depois de chamados á razão vão ter que arregaçar as mangas e começar a trabalhar. E eu? Eu vou finalmente poder ter as férias que bem mereço. Que isto de se trabalhar sem pausas está a ser muito cansativo para mim. Mas não se entusiasmem... Que eu vou ter que voltar para estar de olho nos outros dois.... por isso aproveitem bem a minha ausência... "

Autoria: Bela (Lcarmo)

5 comments:

Lala said...

Wow!! que conto fantástico!! Sempre vemos a solidão de forma quase repugnante. Não a queremos perto de nós nem um bocadinho e ainda a achamos enfadonha. Agora que a Sra. se apresentou até lhe gabo o trabalho. Para além de fazer o trabalho dela, ainda anda atrás dos que não o fizeram. Sim Senhora!!
É claro que tenho que concordar com ela: prefiro as outras duas, mas... havendo falta de melhor, quem poderá cuidar de nós...?
Um sentimento é sempre um sentimento!

Belo texto! Parabéns!

Beijinho**

Brown Eyes said...

Bela a solidão pode mesmo ser muito boa. Eu gosto dela e não me põe triste, pelo contrário preciso tanto dela como da amizade e do amor. É na solidão que tiramos certas conclusões e que criamos. Não saberia viver sem ela, vê lá se não tira férias senão vou sentir muito a sua falta. Maravilhoso este conto desta personagem tão importante, que muitos não aceitam e que com quem não sabem conviver. Beijinhos

Abelha Charlatona said...

Que engraçado!
Eu escrevia cartas assim . na escola.
Um dia escrevi a falar como se fosse a amaizade.
era giro :)

Abelha Charlatona said...

serio? não sabia :)
comemora-se quando então?

beijinho

Poetic GIRL said...

Lala: Obrigada! É sem sentirmos solidão, os outros dois não podem fazer o seu trabalho! bjs

Brown eyes: eu tem fases que gosto da solidão, outras nem por isso. Tem alturas que preciso mesmo estar rodeada de pessoas para não bater mesmo lá no fundo. Mas tem momentos que só estou em paz comigo mesma, é quando a solidão se instala... bjs

Abelha: Eu também gosto de escrever na primeira pessoa, como se fosse mesmo os personagens que retrato... bjs